Lean Manufacturing Specialist – Kanban

  • Lean Manufacturing Specialist – Kanban

    Postado por Renato em 30/05/2023 em 15:34

    Em uma linha de produção automobilística de fluxo contínuo o número mínimo de itens por Kanban seria 1 veículo?

    Existe alguma consideração ou análise a ser feita para que o valor utilizado para a margem de segurança aplicada ao cálculo de número de Kanbans seja o mais próximo possível ao que acontece na realidade?

    Time de Suporte respondeu 10 meses, 2 semanas atrás 2 Membros · 1 Responder
  • 1 Responder
  • Time de Suporte

    Membro
    01/06/2023 em 13:56

    Fala Renato, tudo bem?

    Na metodologia Kanban, o número mínimo de itens por Kanban pode variar dependendo do contexto da linha de produção. Em um sistema de fluxo contínuo na indústria automobilística, geralmente não é viável ter apenas 1 veículo como mínimo por Kanban, uma vez que a produção de um único veículo pode levar um tempo considerável e isso poderia resultar em gargalos e interrupções na linha de produção.

    Normalmente, é recomendado definir um tamanho de lote adequado para otimizar a eficiência da linha de produção. O tamanho do lote pode ser determinado levando em consideração fatores como o tempo médio de produção de um veículo, a capacidade do sistema, a demanda média e outros fatores relevantes.

    Em relação à margem de segurança aplicada ao cálculo do número de Kanbans, é importante considerar a variabilidade da demanda e do tempo de produção. Uma margem de segurança excessivamente alta pode resultar em estoques excessivos e desperdício, enquanto uma margem de segurança muito baixa pode levar a interrupções na produção devido à falta de itens.

    Para determinar a margem de segurança adequada, podem ser utilizadas técnicas estatísticas, como análise de demanda histórica, análise de tendências e previsão de demanda. Além disso, é recomendado realizar revisões periódicas do sistema Kanban e ajustar a margem de segurança com base nos dados reais de produção e demanda, a fim de minimizar a ocorrência de estoques desnecessários ou faltas de itens.

    E temos uma agravante, uma margem pode ser considerada alta ou baixa dependendo do custo de fabricação. Não é possível supor em apenas quantidades de peças ou itens.

    Grande abraço!

Log in to reply.