O mercado de trabalho voltado para o setor de vendas continua em um expressivo aquecimento ao nível nacional e global. E, com tantas opções e possibilidades, é natural que se desperte um interesse e curiosidade para conhecer mais de perto sobre funções relacionadas a esse campo — como a de gestor comercial.

Foi pensando nisso que separamos um guia completo da carreira para que você compreenda o que faz um gestor comercial, quais são suas principais responsabilidades e funções, como buscar essa qualificação e muito mais. Ficou curioso? Então continue a leitura e confira a seguir!

O que faz um gestor comercial?

O gestor comercial é responsável por liderar e mediar a rotina no setor de vendas e transações de uma empresa, ficando à frente do comando do planejamento e estruturação de:

  • Reconhecimento de mercado, comportamento e tendências;
  • Pesquisas e aplicação de preços;
  • Carteira de clientes e parceiros comerciais;
  • Treinamento de colaboradores do setor comercial;
  • Identificação de pontos com potencial de vendas e mais.

Além desses pontos, também se apresentam enquanto possibilidades de atuação a integração com o departamento de marketing para a organização de campanhas alinhadas com os principais objetivos e métricas a serem atingidas, tendo como foco a ampliação da margem de lucro das vendas.

Bullet points sobre o que faz um gestor comercial. Reconhecimento de mercado, comportamento e tendências; Pesquisas e aplicação de preços; Carteira de clientes e parceiros comerciais; Treinamento de colaboradores do setor comercial; Identificação de pontos com potencial de vendas e mais.

Quais são as áreas que o gestor comercial pode atuar?

Caso você tenha afinidade com o setor, saiba que existem diversas perspectivas e focos de atuação, sendo essa uma área aquecida e ainda carente de profissionais com uma boa formação e qualificação.

Nas empresas, você pode optar por liderar equipes de vendas e gerenciar setores externos e internos, bem como fornecer um apoio no acompanhamento e direcionamento das metas. Já no setor industrial, a orientação pode se voltar para a gestão dos quesitos de logística, aquisição de matéria-prima, relacionamento com fornecedor, supervisão das etapas de negociações e mais.

A seguir, conheça outros setores que também podem ser integrados pelo gestor comercial:

1. Análise da cartela de clientes

Fazer um estudo e pesquisa com foco nas tendências, preferências e demandas dos clientes é fundamental para a atuação. Afinal, estar por dentro das últimas mudanças e conseguir antecipar necessidades é um dos grandes diferenciais de empresas líderes de setor.

2. Gerenciamento de empresas parceiras

O gestor comercial é alguém com domínio em negociações mercadológicas e consegue estabelecer objetivos a médio e longo prazo, contando com a possibilidade de participação e contribuição de outros negócios parceiros e com a capacidade de agregar valor aos serviços e produtos que estão sendo comercializados.

3. Supervisão do campo comercial

O trabalho em campo com a supervisão de vendas permite que esse gestor obtenha valiosos insights diretamente com os colaboradores responsáveis pelo trato direto com os consumidores do negócio. A partir disso, ele consegue aplicar uma política de desenvolvimento, engajamento e motivação que impulsionem os números e objetivos.

4. Gestor de estratégias

O campo de vendas demanda um aprimoramento constante e uma estratégia permanente de ações bem esquematizadas e alinhadas com todos os processos, recursos e investimentos. A atenuação de custos sem o comprometimento da qualidade de entrega também é um dos principais focos e, para isso, a realidade de cada empresa deve ser analisada.

Leia mais: O que faz um gestor e qual o seu papel em uma empresa?

Gráfico quais são as áreas que o gestor comercial pode atuar?

O que é preciso para ser um gestor comercial?

Você conta com uma modalidade de graduação de nível tecnológico para Gestão Comercial, com duração de cerca de 2 anos. E dentre as temáticas trabalhadas ao longo dessa formação estão as de matemática financeira, comunicação, marketing, vendas, inovações tecnológicas, direito empresarial, direito do consumidor, logística, etc.

Já no campo de soft skills (habilidades comportamentais) fundamentais a serem aperfeiçoadas, temos: boa inteligência emocional, capacidade de persuasão, inclinação para liderança e boas aptidões de comunicação.

Além disso, existe uma série de competências extras obrigatórias para um profissional que possui o intuito de se tornar um gestor comercial, como gestão de mudanças, melhoria contínua, gestão de metas e matrizes de priorização. Afinal, a competitividade desse campo faz com que os profissionais mais qualificados consigam boas oportunidades.

Nesse sentido, a realização de cursos e treinamentos específicos desponta enquanto um diferencial a mais perante os concorrentes de vaga, demonstrando uma proatividade constante para a aquisição de conhecimento e para o reconhecimento de inovações.

Citação “Nesse sentido, a realização de cursos e treinamentos específicos desponta enquanto um diferencial a mais perante os concorrentes de vaga, demonstrando uma proatividade constante para a aquisição de conhecimento e para o reconhecimento de inovações.”

Qual o salário de um gestor comercial?

O salário de um gestor comercial apresenta variações conforme o nível de especialização, setor de trabalho e região de atuação da organização. Em média, o salário inicia em R$ 3.200,00 e pode chegar a R$ 7.000,00 para profissionais com mais tempo atividade.

Aqui, também é importante mencionar que essa é uma posição que costuma contar com outras formas de incentivo, como bonificação com base nas metas estabelecidas e participação nos lucros anuais, fazendo com o que a média salarial possa apresentar números ainda mais expressivos.

E então, o que achou de conhecer sobre a atuação e possibilidades de mercado para um gestor comercial? Para ficar por dentro dos principais temas e discussões desse campo, acompanhe o blog da Frons. Antes de sair, não deixe de conferir como fazer uma gestão de alta performance.

Nos vemos no próximo post!

Banner Domine a gestão. Conheça nossa Formação Gestão de Alta Performance
Autor

Autor de 2 livros publicados: "Lean Six Sigma: O guia básico da metodologia" e "101 Dúvidas sobre Lean Six Sigma". É formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Estudou Business and Process Management pela University of Arkansas - EUA, direcionando sua especialização em Lean Seis Sigma. Professor de empresas como BRF, Plasútil, Usiminas, Petrocoque, Avon, Mondelli, UNESP, JohnDeere e de mais de 35.000 alunos na comunidade online. Com mais de 26 mil certificados emitidos, é CEO da Frons, uma plataforma focada em melhoria contínua e gestão de processos.